DERRAME NEWS


DERRAME NEWS (03)


Livro com textos de todo o Brasil é lançado em Laguna

Escritores locais ganharam a oportunidade de ter o nome projetado a diversas regiões do Brasil. Foi lançada ontem à noite (22/02), em Laguna, uma coletânea que reúne textos escolhidos por meio uma seleção de âmbito nacional (Fonte: http://unisultv.blogspot.com/2011/02/livro-com-textos-de-todo-o-brasil-e.html)

Fotos: http://www.farolimagem.com.br/
Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=OfMJLR4498g&feature=player_embedded

Ruggiero Barretini

DERRAME NEWS (02)

Governo pretende instituir “Taxa de Salvamento"



Após definir seu secretariado, o Governador empossado Raimundo Colombo começa a por em prática sua meta de economia e arrecadação.

E o que parecia mais uma promessa genérica de um candidato a cargo público, mostrou-se um posicionamento de um gestor que trata o Estado segundo suas peculiaridades. “Temos que economizar e arrecadar nas coisas pequena, elas que fazem a diferença. É fácil cancelar um contrato de milhões de reais e estancar um gasto público. O difícil é detectar na máquina administrativa estadual os pequenos pontos que a longo prazo causam sérios danos ao erário”, disse ele à redação do jornal.

Entre as propostas de Colombo, a mais polêmica é a cobrança de uma taxa no litoral catarinense pelo uso do serviço de salva vidas. Segundo sua assessoria “o bombeiro possui poder de polícia, pode exigir documentação para eventual inscrição em dívida do estado, e como o serviço prestado é específico e divisível, com base em nossa constituição a cobrança da taxa de salvamento é perfeitamente legal”.

Segundo o Governo, a medida possui caráter mais educativo do que arrecadatório, servindo como um alerta às pessoas para que reflitam ao banharem-se no nosso estado.

Por enquanto a medida trata-se de um pacote de propostas que será encaminhado na semana que vem à Assembléia Legislativa, que conforme seu regimento analisará a viabilidade ou não da mesma.

Dom Lona
DERRAME NEWS (01)

Geral | 22/11/2010 | 10h19min

Textos machistas irritam feministas em Santa Catarina

Série de textos com conteúdo discriminatório circula na internet em SC


Se alguns pensavam que a onda de machismo e visão distorcida do papel feminino na sociedade havia acabado com a revolução sexual dos anos 60 e 70, preparem-se para o inesperado.

É o que indica uma série de artigos publicada em codinomes por um grupo de advogados e administradores de Florianópolis, colocando novamente as mulheres como um objeto de satisfação da lascívia masculina.

Os textos, diga-se de passagem apócrifos, são disparados pela internet e pregam, em resumo, uma maior exposição do corpo feminino, como o fim do uso do soutien, calça jeans e outras barbaridades.

A denúncia surgiu de uma ONG catarinense que defende os direitos das mulheres e homossexuais na sociedade. Na opinião de Margarete Torres, presidente da ONG, “é triste nos depararmos, em pleno século XXI, com manifestações deste tipo, que revelam um pensamento medieval de uma parcela do sexo masculino, mas ainda muito presente em várias classes sociais”.

Muito embora possa parecer uma brincadeira sem maiores consequências, o fato é que a luta pela equiparação dos direitos femininos não pode ser ameaçada pelos atos irresponsáveis de um pequeno grupo de homens machistas e com mentalidade provinciana.

Os textos estão sendo reunidos e encaminhados para o Ministério Público de Santa Catarina, o qual será acionado para investigar a origem de tais manifestações.

Em contato com o Promotor Marcelo Birkheuer da 12.ª Promotoria da Capital, o mesmo disse que só se manifestará após o recebimento da denúncia.