sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

O trânsito, os imbecis, e a perigosa combinação de ambos (Parte 2 de 2)

Data Base

Mês passado comecei a tratar de um assunto bastante importante: o nefasto efeito que os imbecis provocam nos amontoados de carros que chamamos de trânsito, congestionamento, engarrafamento ou, como eu gosto, Inferno na terra (Segundo LORD, J.R., a melhor definição é incômodo embaraço à livre circulação na via pública por assoberbado acúmulo de veículos automotores).

Os maus motoristas, ineptos, são capazes de grandes barbaridades. Eles consideram os pisca-piscas, por exemplo, mero adereço. Raramente os usam, e já vi um suposto motorista tentando comprar um carro zero sem pisca-pisca pra ter desconto. Ele se justificava dizendo não ver necessidade, já que mora em Brasília.

Os verdadeiros imbecis vão ainda mais adiante. Eles ligam o pisca-alerta e concedem a si mesmos, como num passe de mágica, a autorização Papal pra parar o carro em qualquer lugar. Sério, QUALQUER LUGAR. Ao ser questionado, o imbecil responde uma patifaria como “mas eu liguei o pisca-alerta”. Há de chegar o dia em que serial killers serão absolvidos porque ao estacionar para fazer a chacina, ligaram o pisca alerta. É foda.

Outra grande concentração de imbecis se dá na categoria dos “motoristas profissionais”. Entre os motoboys, taxistas e caminhoneiros, 99,3% são grandes imbecis. Os taxistas representam a pior estirpe, especialmente em Florianópolis. Aqui, mais de 100% dos taxistas não deveriam dirigir. Eu, particularmente, sempre igualei os taxistas aos traficantes e estupradores. Pobres traficantes, eles pelo menos têm consciência social.

Outra categoria de imbecis tem relação direta com a genitália que possuem e o uso que fazem dela. Eu os chamo de imbecis sexuais. São aqueles caras que compensam aquele apêndice peniano fazendo estripulias no trânsito (geralmente a bordo de um bólido importado), e aquelas frígidas que mostram ao mundo que são mal (ou nunca) amadas e aprontam de tudo sob a égide do “estou pouco me fodendo, já que estão me fodendo pouco”.

Pra terminar nossa superficial tipificação, vou citar o pior dos imbecis. É a casta magna, o supra-sumo dos imbecis. São aqueles motoristas que ultrapassam pelo acostamento. Se você observar uma pessoa que ultrapassa pelo acostamento sem uma justificativa muito, mas muito boa (emergências hospitalares), ela não é mais uma imbecil. Ela faz parte da expressão máxima da Oligofrenia. Acredite, você está diante de um Idiota. Um idiota é um oligofrênico profundo, cuja alteração das lisossomas e a ausência de enzimas hex-A levam a deficiências nas células nervosas do céLebro. Se a vida fosse um jogo de videogame em que você deve matar imbecis, o idiota seria o final boss.

A solução pra esta merda toda está ao nosso alcance, mais próxima do que qualquer estudo acerca do fluxo de veículos ou do tempo ideal de abertura de cada semáforo. Mais simples do que contratar mais guardas ou aumentar a fiscalização no trânsito com mais agentes ou os famigerados pardais. Mais prática do que o incentivo ao uso veemente do terrível e caro transporte coletivo. Pra resolver essa merda toda de uma vez por todas a um custo baixíssimo e com uma rapidez impressionante, basta retirarmos os imbecis e idiotas das ruas.

Temos, portanto, duas maneiras de resolver rápida e eficientemente o problema de mobilidade urbana. A primeira é bastante simples, porém é a mais difícil de sair do papel. Exigiria um esforço governamental pra desafogar as vias públicas. Mudar-se-iam as regras (e provas) para a obtenção e renovação das CNHs, suprimindo as perguntas cretinas e extirpando os imbecis das nossas ruas e avenidas. Seria fácil, não fosse o fato de que no Congresso Nacional só há dementes, imbecis e idiotas − todos os subgrupos da Tríade Oligofrênica.

Na segunda e mais morosa alternativa, tomaríamos nós, cidadãos comuns, as rédeas do processo. Também não seria nada tão complicado assim, os Gregos já apontaram a solução há séculos:

Nosce te ipsum (conhece-te a ti mesmo)

Pra pilotar um veículo automotor é preciso conhecer as suas próprias limitações. Todos achariam um absurdo se um cego dirigisse − eu acho ainda pior quando encontro um imbecil ao volante. Condições e categorias que exigem cuidado (ou, em alguns casos, simplesmente não devem sair de casa):

1) Se você porta uma vagina, são grandes as chances de você ser uma imbecil no trânsito. Não tenho receio de fazer tal afirmativa porque todas as mulheres que dirigem bem concordarão comigo sem titubear. Você pode comandar a sua relação, como bem disse a notável e deliciosa Megan Fox, mas em 97,3% dos casos não deveria comandar um automóvel. Não há perícia técnica, e o nome dessa lerdeza que você tem pra dirigir não é cautela - é imbecilidade mesmo;

2) Ao ultrapassar os 70 anos de idade, seus reflexos não são mais os mesmos. E não estou falando do efeito que a gravidade lhe evidencia ao se olhar no espelho, nu, pela manhã. Os velhinhos e velhinhas que dirigem costumam adotar como velocidade máxima os 50 Km/h, independente da via em que se encontram;

3) Paradoxalmente, meus estudos mostram que as gordinhas dirigem demasiadamente devagar. Trata-se de uma contradição porque o automóvel apresenta às gulosas uma oportunidade ímpar: a de mover-se rapidamente. Estranhamente, isso não acontece;

4) Se por outro lado você é bonita e gostosa, seu lugar é no banco do carona, fazendo coisas bem mais úteis e menos nocivas à sociedade. Sinta-se livre também para circular do lado de fora, preferencialmente com as pernas de fora e desprovida de soutien;

5) Se a sua mãe trabalha num prostíbulo. Além de vergonha dos amigos, você deve ter a lucidez de que mesmo não intencionalmente você tenta descontar o desgosto com a vida nos demais habitantes da Terra. Como? Comportando-se como um imbecil (e por vezes, como um idiota) no trânsito. Aproveite ao máximo o potencial dessa vergonha intrínseca e mantenha sua carcaça imunda em casa. Menos pessoas vão te chamar de filho da puta, sabia? E se você passar a dizer que sua mãezinha trabalha num alcoice, talvez você jamais ouça o ofensivo verbete novamente...

Um comentário:

  1. • entrei neste site e fiz esta prece. fiz para ver se ia dar certo e deu, assim que acabei meu amor ligou.
    a pessoa que eu copiei também não acreditava mas para ela também funcionou! agora veremos… diga para você mesmo o nome do único rapaz ou moça com quem você gostaria de estar (três vezes)…
    pense em algo que queira realizar na próxima semana e repita para você mesmo (seis vezes). se você
    tem um desejo, repita-o para você mesmo (venha cá anjo de luz eu te invoco para que desenterre pas de onde estiver ou com quem estiver e faça ele me telefonar ainda hoje, apaixonado e arrependido, desenterre tudo que esta impedindo que pas venha para mim l, afaste todas aquelas que tem contribuído para o nosso afastamento e que ele jnc não pense mais nas outras… mas somente em mim. que ele me telefone e me ame. agradeço por este seu misterioso poder que sempre dá certo.
    amém…). publique esta simpatia por três vezes só mesmo esta simpatia, quero compartilhar com você
    a minha alegria e mostrar que se para mim deu certo para você também dará basta copiar e colar por três vezes em inforum diferente esta simpatia abaixo e logo em 48hs você terá uma linda surpresa, beijos ainda esta noite de madrugada o teu amor dará conta de que te ama, algo assim acontecerá
    entre 1 e 4 horas da manhã esteja preparada para o maior choque de sua vida! se romper esta corrente terá má sorte no amor. deus vai lhe abençoará e a sua vida não será ,mesma

    ResponderExcluir